Miranda, Correia, Amendoeira & Associados

Lisboa 

Inserido num edifício de escritórios emblemático e recém inaugurado em Lisboa, a sede desta Sociedade de Advogados Internacional distingue-se pela contemporaneidade do espaço.

 

O programa para o Escritório previa uma área de clientes, com salas de reunião, auditório e um pátio exterior para eventos, bem como gabinetes de trabalho individuais, duplos e de grupo e espaços de apoio.

 

O espaço escolhido para a nova Sede divide-se em 4 pisos, de aproximadamente 1000m2 cada, e um pátio exterior com 350m2.

 

A forma em arco da planta do edifício onde o escritório se insere imprime ritmo e movimento, realçado pelos nichos das duplas portas de pivotantes em MDF Valchromat preto, que dão acesso aos diversos gabinetes e salas de reunião ao longo dos corredores

 

A entrada principal é feita pelo piso 0, directamente do atrium do edifício.

Aqui estão situadas as Salas de Reuniões para clientes, Sala de Conselho, Biblioteca e alguns gabinetes de advogados. A relação visual directa com um relvado verde de 3500m2 e a proximidade ao palacete original do final do séc XIX transportam-nos imediatamente para um universo bem distante do contexto de cidade atribulada que deixámos à porta do edifício.

A Biblioteca é o elemento principal deste espaço, com um protagonismo enfatizado pelas paredes de vidro e as grandes estantes em carpintaria preta, forradas de livros. A sala de Reunião do Conselho impõe-se pela sua dimensão.

 

A escada elíptica surge como elemento central, em movimento, que rasga as lajes e unifica todos os pisos. Convida-nos a espreitar e dá-nos a conhecer a dimensão real do espaço que se prolonga para cima em 2 pisos de gabinetes e, para baixo, num Foyer e Auditório com duplo pé direito e acesso directo a um pátio exterior com 350m2. Neste piso existe, ainda, uma cafeteria interna, também com acesso ao pátio.

 

No Auditório as portas pivotantes em MDF Valchromat preto com 5m de altura e o pavimento desenhado em bolon conferem irreverência a este escritório que se quer sóbrio e minimalista.

 

A paleta cromática das zonas de trabalho baseia-se no preto das carpintarias em contraste com o branco da paredes em gesso cartonado. A iluminação cuidada, realça as formas e dá vida a cada pormenor.

 

Os diversos tons de cinzento intermédios e alguns apontamentos de madeira e vidro transparente ou lacado surjem sobretudo nas áreas destinadas a clientes ou nas áreas de lazer internas.

 

Nos pisos superiores o escritório desenvolve-se através de um eixo central, um corredor  em arco, onde o fim não se descobre e que funciona como espinha dorsal de distribuição para os vários gabinetes.

 

 

© 2015 by RITA PINTO RIBEIRO | STUDIO